Liberdade para
Trabalhar

Atuamos junto a todos os 5.570 municípios, 26 estados e Distrito Federal pela aprovação da Lei de Liberdade Econômica (LLE) com a dispensa de alvarás para atividades de baixo risco. Saiba mais:

Resultados

Atualizados em 20 de fevereiro de 2024

0
MUNICÍPIOS NO TOTAL APROVARAM UMA LEI (OU DECRETO) DE LIBERDADE ECONÔMICA (LLE). CLIQUE AQUI E VEJA OS NÚMEROS POR ESTADO.
0
MUNICÍPIOS APROVARAM A LLE COM APOIO DO PROJETO E SEUS PARCEIROS. CLIQUE AQUI PARA VER A LISTA.
0
ESTADOS APROVARAM A LLE COM APOIO DO PROJETO E SEUS PARCEIROS. CLIQUE AQUI PARA VER A LISTA.
0
MILHÕES DE BRASILEIROS COM MAIS LIBERDADE PARA TRABALHAR COM APOIO DO PROJETO E SEUS PARCEIROS

Destaques

Liberdade Para Trabalhar É Premiado Como Um Dos 6 Melhores Projetos No Mundo

Recebido pelo ILISP em novembro de 2023 em Nova Iorque, EUA, o prêmio Templeton Freedom Award da Atlas Network reconhece os projetos de organizações sem fins lucrativos que geraram contribuições excepcionais e inovadoras para o avanço de políticas públicas que incentivam a prosperidade, a inovação e a realização humana.

Estado Do Paraná Regula Lei De Liberdade Econômica Com Apoio Do ILISP

O governador do Paraná Ratinho Junior assinou, em setembro de 2023, o Decreto 3.434/2023 dispensando 771 atividades econômicas de baixo risco da necessidade de emitir alvarás e beneficiando 11,4 milhões de paranaenses com mais Liberdade para Trabalhar. Todo o processo de regulação da lei do Paraná contou com o apoio do ILISP.

Duas capitais Aumentam Liberdade para Trabalhar com apoio do projeto

Porto Alegre / RS ampliou o alcance da sua Lei de Liberdade Econômica, com o número de atividades dispensadas de alvará subindo de 830 atividades, com apoio do ILISP e de seu projeto Liberdade para Trabalhar.
Boa Vista / RR também contou com apoio do projeto em sua implantação..

Liberdade para Trabalhar vence prêmio de Melhor Projeto da América Latina

O Latin America Liberty Award 2023 foi concedido pela Atlas Network, organização americana que apoia organizações pró-liberdade em todo o mundo. O resultado foi anunciado durante o Latin America Liberty Forum, que aconteceu nos dias 23 e 24 de março de 2023 em Punta del Este, no Uruguai. Saiba mais sobre a premiação aqui.

Rio Grande do Sul Amplia atividades dispensadas de alvará com Apoio do Projeto

Em março de 2023, o Rio Grande do Sul ampliou para 770 o número de atividades de baixo risco dispensadas de alvarás beneficiando 10,8 milhões de gaúchos. A resolução foi fruto do trabalho do Conselho Estadual de Desburocratização e Empreendedorismo (CEDE), em atuação desde 2019, e foi publicada dois meses após dois órgãos integrantes do CEDE firmarem parceria com o ILISP.

165 Municípios Aprovaram ou atualizaram A LLE Com Influência Direta Do Projeto e seus parceiros

Alguns destaques são Anápolis (GO), Boa Vista (RR), Chapecó (SC), Jaboatão dos Guararapes (PE), Joinville (SC), Porto Alegre (RS) e Ribeirão Preto (SP). Lista completa disponível aqui.

371 municípios e 6 estados com mais Liberdade para Trabalhar

Desde o lançamento do projeto em 29 de junho de 2022, no Senado Federal, este é o número de municípios e estados que aprovaram ou atualizaram a Lei ou Decreto de Liberdade Econômica, incluindo aqueles que aprovaram com influência direta do projeto e seus parceiros. Lista completa disponível aqui.

22,2% dos municípios aprovaram a LLE

Dos 5.570 municípios brasileiros, 1.236 aprovaram um Decreto ou Lei de Liberdade Econômica (LLE) até o momento, um índice de 22,2%.

Três Capitais Ainda não têm LLE

88,8% das capitais (incluindo o Distrito Federal) já aprovaram a LLE. Faltam Campo Grande (MS), Goiânia (GO) e São Luís (MA).

Destaques Proporcionais:
ES, SC, MG e RS

O Espírito Santo, com 62,8% dos municípios, é o estado com maior percentual cidades que aprovaram a LLE, seguido por Santa Catarina (55,9%), Minas Gerais (49,7%) e Rio Grande do Sul (42,9%).

Destaque em número absoluto: Minas Gerais

Dos 853 municípios mineiros, 424 aprovaram a LLE. No segundo estado com mais municípios (645), São Paulo, a LLE foi aprovada em apenas 63 cidades. Já no segundo estado com mais municípios com LLE em número absoluto, o Rio Grande do Sul, 213 de 497 cidades aprovaram a lei.

Baixa aprovação no Norte e Nordeste

Roraima (20%), Alagoas (18,6%), Acre (13,6%), Rondônia (13,5%) e Amapá (12,5%) são os estados no Norte e Nordeste com maior percentual de aprovação da LLE pelos municípios, um índice muito abaixo de outras regiões.

Milhões sem LLE

Goiânia (GO), Guarulhos (SP) e São Luís (MA) são os únicos municípios com mais de 1 milhão de habitantes que ainda não têm a LLE.

Municípios com boas LLEs

Campo
Grande

Campo
Grande

Campo
Grande

Campo
Grande

Campo
Grande

Razões para adotar a LLE

Desburocratizar processos

É preciso que os processos sejam desburocratizados para, principalmente, viabilizar a instalação de infraestruturas de telecomunicações.

Desburocratizar processos

É preciso que os processos sejam desburocratizados para, principalmente, viabilizar a instalação de infraestruturas de telecomunicações.

Desburocratizar processos

É preciso que os processos sejam desburocratizados para, principalmente, viabilizar a instalação de infraestruturas de telecomunicações.

Desburocratizar processos

É preciso que os processos sejam desburocratizados para, principalmente, viabilizar a instalação de infraestruturas de telecomunicações.

Desburocratizar processos

É preciso que os processos sejam desburocratizados para, principalmente, viabilizar a instalação de infraestruturas de telecomunicações.

Desburocratizar processos

É preciso que os processos sejam desburocratizados para, principalmente, viabilizar a instalação de infraestruturas de telecomunicações.

Parceiros do Projeto

São Paulo
Paraná
Rio Grande do Sul
São Paulo
Rio Grande do Sul
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede-MG)

Destaques Na Mídia

Eventos do Projeto

Estudos

O impacto da Lei de Liberdade Econômica (LLE) na empregabilidade

O impacto da LLE na abertura e continuidade das empresas

Campo
Grande

Campo
Grande

Como Atuamos

O Projeto Liberdade para Trabalhar é uma realização do ILISP – Instituto Liberal de São Paulo, um think-tank liberal criado no dia 1° de junho de 2014, na cidade de São Paulo, Brasil.

Nossa meta é transformar o Brasil em um país onde as pessoas tenham plenos direitos à vida, liberdade e propriedade.

O levantamento foi feito de forma individualizada e manualmente, e os dados foram obtidos por meio de informações públicas que são disponibilizadas pelos estados e prefeituras, por meio de seus sites ou diário oficial, câmaras municipais e noticiários, bem como por contatos telefônicos.

O instituto também atua junto a prefeitos, vereadores, secretários municipais, deputados estaduais, secretários estaduais, governadores, deputados federais e senadores para aprovar ou atualizar a Lei de Liberdade Econômica (LLE) em cada estado e município brasileiro.

Sobre Nós

O Projeto Liberdade para Trabalhar é uma realização do ILISP – Instituto Liberal de São Paulo, think-tank liberal criado no dia 1° de junho de 2014 em São Paulo.

Nossa meta é transformar o Brasil em um país onde as pessoas tenham plenos direitos à vida, liberdade e propriedade.

O levantamento é feito de forma individualizada e manualmente. Os dados são obtidos por meio de informações públicas disponibilizadas pelos estados e prefeituras em seus sites ou diário oficial, câmaras municipais e noticiários, bem como por contatos telefônicos.

Fale conosco

Para dúvidas, sugestões e/ou apoiar a aprovação da Lei da Liberdade Econômica em sua cidade ou estado, fale conosco:

2024, ILISP. Todos os direitos em livre mercado.